Formação do Missal Romano




Introdução 


A reforma da liturgia latina, decidida pelo concílio vaticano II, encontra a sua expressão concreta nos livros litúrgicos ou rituais. 

O missal, entre os costumados, apresenta as normas universais do ano litúrgico e do calendário, com o calendário romano geral do próprio dos países a que se destina. É a partir destes documentos, que elabora, anualmente, o diretório litúrgico, espécie de agende que existe em qualquer sacristia, pois a ela devemos recorrer para os preparativos da celebração ou da missa. 

Para cada missa, o missal apresenta, além de três orações presidenciais coleta, sobre as oblatas ou sobre as oferendas e depois da comunhão, as antífonas de entrada e da comunhão, as quais não sendo cantadas pela assembléia, é recitada as vezes por alguns sacerdotes. 

De notar que o missal apenas contém as fórmulas a dizer pelo presidente ( exceto o ordinário da missa que inclui também as intervenções da assembléia). Para a liturgia da palavra, leituras e cânticos intercalares há que recorrer o lecionário.

Voltemo-nos para o corpo do missal. segue essa ordem: 

- Próprio do tempo. 
- Ordinário da missa. 
- Ordinário da missa com canto. 
- Próprio dos santos.
- Missas comuns.
- Missas Rituais.
- Missas e orações diversas necessidades.
- Missas votivas.
- Missas dos defuntos.
- completam o missal quatro apêndices, com formulários diversos.


O próprio do tempo 


O missal apresenta os diversos tempos do ano litúrgico, do 1° domingo do advento aonde começa o ano litúrgico até ao 34° domingo do tempo comum (solenidade de nosso senhor Jesus Cristo rei do universo), dispostos pela seguinte ordem: 

- Tempo do advento                (página 103-131)

- Tempo do natal                     (página 137-164)

- Tempo da quaresma              (página 167-241)

- Sagrado tríduo pascal            (página 245-328)

- Tempo da páscoa                   (página 329-391)

- Tempo comum                       (página 395-430)

- Solenidade do senhor no tempo comum, (Santíssima trindade, Santíssimo corpo e sangue de Cristo e Sagrado coração de Jesus)     ( página 431-436)

Para cada dia do advento, natal, da quaresma e do tempo pascal, o missal contém a oração da coleta, a oração sobre as oblatas e a oração depois da comunhão, e ainda antífona de entra e da comunhão.

Durante o tempo comum, as orações e antífonas próprias para cada domingo, repetem-se depois e durante os dias feriais, se outro critério não for usado. 


O Rito da missa 

Apresenta-se duas modalidade: uma sem canto (página 440-549), e outra com canto (página 576-800). Contém as intervenções do presidente da assembléia e as respostas do povo comuns em todas missas. ou seja:

1- Ritos iniciais 

- Saudação 
- Ato penitencial 
- Invocação Kyrie, Eleison (omiti-se quando é utilizada a terceira forma ou o rito para a aspersão dominical da água benta ( Apêndice IV, página 1359-1365)
- Hino do glória
- Oração do dia ( abre o missal próprio do dia) 

2- Liturgia da palavra 

Para a liturgia da palavra as leituras e os cânticos intercalares é preciso recorrer ao lecionário, Para a celebração são necessários dos livros: O missal e o lecionário. O missal é o livro do presidente e o lecionário é o livro do leitor por isso é sempre bom antes de começar a missa o cerimoniário responsável dar uma passada nas leituras para ver se estar correto. 

- Leituras ( 1° leitura, salmo, 2° leitura e o evangelho)
OBSERVAÇÃO: em dias de semanas que não se celebra no domingo não tem a 2° leitura 
- Profissão da fé (creio em Deus pai...)
. Simbolo niceno-constantinopolitano (página 448)
. Símbolo dos apóstolos (página 449) 
- Oração universal (preces)

3- Liturgia Eucarística 

- Preparação das oferendas
(Oração sobre as oferendas) esta oração estar no missal
- Prefácio
- Oração eucarística (são aquelas orelhas verde e vermelha do missal no qual cada verde em numero romano mostra a oração eucarística)

OBSERVAÇÕES:
*São 144 Número de prefácios, encontrando-se no ordinário os mais utilizados (página 453-513)
*Há 4 orações eucarísticas (página 515-543); porém, no missal, temos ainda as seguintes:
* 4 Orações eucarísticas para missas diversas (página 1157-1179)
* Orações eucarísticas para a missa de reconciliação (página 1314-1325)
* Orações eucarísticas para a missa com crianças (página 1326-1341)

4- Rito da comunhão ( a ultima orelha do missal página 500) 

- Pai Nosso
- Rito da paz
- Cordeiro de Deus
- Comunhão
- Oração depois da comunhão 

5- Ritos de conclusão 

- Benção final 


A benção final se encontra nas páginas 553-567 e 569-579 respectivamente tem a do tempo de mártires e etc. 



Serviço comum do missal na missa


1) Ritos iniciais  (440-445)

2) Oração do dia (própria do tempo) ela é feita depois do glória na quaresma depois do ato penitencial

3) Oração sobre as oferendas (Própria do tempo) ela é feita depois do ofertório aonde o padre fala "Orai irmãos e irmãos..." 

4) Prefácio (O padre escolhe) Sempre antes de começar a missa pergunta ao padre qual prefácio fazer,  terminando a oração sobre as oferenda você tem 5 segundos para virar para o prefácio. 

5) Oração Eucarística (O padre escolhe) Também deve pergunta ao padre qual oração que ele quer fazer, ela é feita depois de cantar o santo 

6) Rito da comunhão (500) o rito da comunhão é na página que todos guardam na memória é sempre depois da oração eucarística onde sempre começa com o pai nosso. 

7) Oração depois da comunhão (própria do tempo) como mesmo diz é depois de que todos comungam. 

8) Benção final (553-567 e 569-579) 


Postagens mais visitadas