Pular para o conteúdo principal

Rito de admissão para Acólitos e Coroinhas




CHAMADA:
Imediatamente após a homilia inicia-se o Rito de Admissão de Coroinhas com a chamada dos candidatos pelo nome completo, feita pelo coordenador. O Sacerdote fica de pé, enfrente ao altar, virado para a comunidade. O coordenador fica na estante do comentarista ou em algum lugar devidamente apropriado (jamais fique no ambão).

PE: Neste momento vamos dar inicio ao rito de admissão dos novos acólitos de nossa paróquia. Convido o(a) coordenador(a)do grupo para apresentar as crianças ao Pároco e a comunidade aqui presente.

COORD.: Queiram apresentar-se os que serão admitidos coroinhas.
Cada candidato é chamado pelo nome completo. O(A) adolescente chamado(a) sai do banco onde está sentado(a) e dirige-se para o altar, ficando de frente para o Sacerdote.

ADMISSÃO:

COORD.: Padre (N), a comunidade pede que admita estas crianças e/ou adolescentes para a função de Ministros do Serviço Litúrgico.

PE: Eles estão aptos para exercerem este ofício?

COORD.: Após ter acompanhado cada umas destas crianças em vários encontros de formação, dou testemunho de que estão preparadas para exercer este serviço.

PE: Queridos jovens. antes de conceder-vos o ingresso, diante de Deus e do seu povo aqui reunido, eu vos pergunto: Quereis assumir o ofício de acólito/coroinha, movidos pelo desejo sincero de servir à Igreja de Deus?

Resposta: QUERO!

PE: Quereis desempenhar com o máximo cuidado e reverência os serviços do altar, seguindo as orientações da seu coordenador e obedecendo a mim?

Reposta: QUERO!

PE: Estimados adolescentes. Vós escolhestes livremente e com exemplar generosidade servir a comunidade em todos os momentos de culto e de oração a Deus. Vós fostes preparados para este serviço, portanto, sejais fiéis e perseverantes no compromisso assumido. E eu, em nome da Igreja aqui reunida, acolho-vos oficialmente como coroinhas/acólitos desta paróquia (nome desta comunidade). Deus, que vos inspirou este bom propósito, vos conceda a graça da perseverança e vos uma mais perfeitamente a Cristo através dos serviços a esta comunidade.

A comunidade em sinal de acolhimento, os saúda com palmas.

BÊNÇÃO DAS VESTES:

COORD.: Em silêncio acompanhemos a bênção das vestes que vão serão utilizadas pelos nossos acólitos/coroinhas.

Neste momento, o cerimoniário, ou outra pessoa encarregada convida e orienta a mãe/pai ou a madrinha/padrinho do adolescente para que dirija até seu filho, para lhe vestir a túnica.

Enquanto isso acontece, o sacerdote se dirige à mesa ou bandeja onde estão dispostas as vestes litúrgicas preparadas anteriormente e que serão neste momento abençoadas e depois entregues aos adolescentes. Se várias peças litúrgicas estiverem reunidas, o sacerdote abençoa somente a túnica.


PE: OREMOS: Ó Deus de bondade, que ornais a Vossa Igreja de ministérios e carismas e a guiais com amor e misericórdia, dignai-vos abençoar † estas vestes litúrgicas que serão usadas por estes Vossos filhos e filhas que desejam servir fielmente o Vosso altar. Dignificando a oração do Vosso povo e permanecendo constantemente na Vossa presença, possam eles serem confortados pelas virtudes dos sacramentos e caminhar sem tropeço rumo ao banquete celeste, a festa que jamais se acaba. Por nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho.

Neste momento o cerimoniário apresenta a caldeirinha e o padre asperge as vestes com água benta.
O padre voltando para os padrinhos os interroga:

PE: Vocês se comprometem em acompanhar os seus afilhados em seu ministério?

PADRINHOS: Sim.

PE: Podem vestir seus afilhados.

Neste momento o Sacerdote entrega a túnica ao familiar do(a) respectivo(a) adolescente. Este a impõe no respectivo filho/afilhado. Enquanto isto se pode guardar silêncio ou cantar alguma música. Terminada a vestição da túnica o familiar retorna ao banco.

PE: Deus, que inspirou este bom propósito, a vocês conceda a graça da perseverança e lhes unam mais perfeitamente a Cristo através dos serviços a nossa comunidade.

COORD.: Chegamos ao fim do ritual de admissão. Nossa comunidade está alegre por receber essas crianças como acólitos/coroinhas para a Messe de Cristo.

Terminado o Rito de Admissão seja feita, quando prescrita, a profissão de fé. Em seguida, faz-se as preces. A prece que segue será realizada por dos novos acólitos/coroinha em nome de todo o grupo. As demais preces seguem após.


Coroinha: Deus nosso Pai, que amais os pequeninos e a eles prometestes o Vosso Reino, neste dia em que nos consagramos ao Vosso serviço, pedimos que a Vossa graça sempre nos acompanhe para que possamos servir esta comunidade com dedicação e zelo. Que os nossos irmãos na fé nos ajudem a cumprir esta missão, rezando por nós e nos apoiando. Igualmente, pedimos a Vossa proteção sobre a nossa vida, nossa família, nosso(a) Coordenador(a) e nosso grupo. Que a exemplo dos santos Anjos e dos nossos Santos padroeiros sempre Vos possamos melhor servir e amar. Que, igualmente, em cada celebração eucarística, possamos ajudar nossos irmãos a melhor rezar e Vos encontrar. Rezemos ao Senhor...

T: Senhor, escutai a nossa prece. Ou outra resposta apropriada.

 Seguem as demais preces e a conclusão da Oração dos Fiéis pelo Sacerdote. Após a Oração dos Fiéis tem início a Liturgia Eucarística com a preparação das oferendas.

Segue o ofertório normalmente. Desta vez os novatos servem o altar. A partir deste momento eles participam junto com os demais a partir do presbitério

Postagens mais visitadas deste blog

18 Motivos inusitados para ser Acólito

Formação do Missal Romano

Formação Missa Lava-pés e ceia do senhor.