Formação sobre postura e Gestos.



O sinal da cruz bem feito é riquíssimo em significado e uma arma poderosíssima do cristão. Por ele se expressam três dogmas fundamentais da fé. O dogma da Santíssima Trindade, O dogma da Encarnação de cristo e o dogma de sua morte - cruz. 

O sinal da cruz faz com a mão direita, tocando a testa ("Em nome do pai"), um pouco acima do umbigo ("e do filho"), no ombro esquerdo ("e do Espírito Santo") e no ombro direito ("Amém") 

Porque o Espírito Santo foi feito só no ombro esquerdo? 
Muitas pessoas fazem o "Espirito" no ombro esquerdo e o "Santo" no ombro direito assim separando os dois sendo que o "Espírito Santo" é um só. 



Genuflexão: Consiste em referência ou adoração, é um gesto próprio de tradição latina. Deve ser feito, portanto, somente para Deus. 


  • Momentos

Faz se genuflexão para o sacrário, sempre que tiver com reserva eucarística, para o santíssimo sacramento, na menção da encarnação nas missas de natal e da anunciação e á cruz, desde a adoração da cruz na sexta-feira santa até o início vigília pascal. 


  • Modo 



Estando em pé, jogar levemente a perna direita para trás, a fim de encostar o joelho direito no chão e levantar novamente. Isto se faz com  a coluna e a cabeça retas, olhando para o que se refere a genuflexão (Sacrário, ostensório e etc) ou com olhar baixo. ou seja, não se inclina a cabeça ou o corpo para genuflectir. As mãos ficam juntas, em forma de oração (Exceto se o acólito não conseguir). 

Observações: 

  1.  Não se faz genuflexão e sinal da cruz ao mesmo tempo.
  2. Acólitos façam genuflexão sempre no chão, jamais nos degraus ou genuflexórios.
  3. Nenhum acólito faça genuflexão se apoiando no altar, isto é tradicionalmente reservado ao sacerdote.


Sentado: A posição consiste em escuta e meditação 



  • Momentos
O acólito deve estar sentado durante a Missa: 
  1. Durante as leituras da missa, exceto o evangelho. 
  2. Durante a homilia.
  3. Durante o ofertório, para os acólitos que não forem servir a credência.

  • Modo
Corpo ereto, sola do pé toda no chão, joelhos levemente unidos, mãos sobre as pernas. Jamais ficar "Jogado" na cadeira, nem mexendo as pernas e nem perguntar para o padre quantas horas são. 


Em pé: consiste em reverência, vigilância, respeito e oração 


  • Momentos

O acólito deve estar em pé durante a missa: 

  1. Sempre que o sacerdote estiver em pé, exceto: Homília e durante o ofertório para os acólitos que não forem a servir a credência. 
  • Modo 

Corpo ereto, sobre as duas pernas igualmente, cabeça levemente erguida. Olhos levemente baixos, olhando para a assembléia. Mão unidas e cara sério evitar risadinhas mesmo se seu amigo palhaço estiver na assembléia. 


Andar: Discretamente cuidado para não tropeçar 

O acólito sempre anda de modo discreto, recolhido. Sempre devagar, embora nunca de modo lerdo. Coluna ereta, cabeça reta, olhos baixos. Nunca olhar para a assembléia. 

Nunca se deve andar de costas (para trás) ou de lado, sempre de frente. 

Cuidem os rapazes de manter uma postura viril ao andar. 


Bater no peito: O gesto consiste em dor e sofrimento. 

O gesto consiste em dor e arrependimento. Consiste em, com a mão direita fechada, trazê-lo com moderada força ao peito. 
É usada na recitação da oração "Confesso a Deus todo poderoso", as palavras "Por minha culpa, minha tão grande culpa", Duas vezes. 


Inclinação: O gesto consiste em veneração, respeito, humildade e, quando feita ao nosso senhor, de adoração.
Existem três tipos de inclinação:

A de cabeça: Consiste em baixar um pouco a cabeça, discretamente e sem inclinar o tronco. (Ao nome de Jesus, Maria, Santíssima Trindade, Santo do dia, Padroeiro)

A média: Consiste em baixar a cabeça inclinando  também um pouco do tronco. (Ao fazer reverência para o padre antes e depois de servi-lo, á cruz) 

A profunda: Consiste em inclinar o tronco até forma um ângulo de mais ou menos 90° (Antes e depois de incensações, ao altar e ao santíssimo)





Postagens mais visitadas